Páginas

    Social Items


A Microsoft realizará um evento em 24 de junho para mostrar a tão esperada nova geração de sistemas operacionais de desktop, mas um grande vazamento revelou quase tudo sobre o Windows 11. Recentemente, surgiu uma versão do sistema operacional na Internet, e o TecMundo baixou uma versão prévia do programa para mostrar algumas novidades do software.


Como esperado, as principais mudanças no Windows 11 são visuais: a Microsoft interrompeu o projeto do Windows 10X, mas trouxe vários conceitos de design de solução para seu novo sistema operacional. Mesmo com novos rostos, a experiência final ainda é muito semelhante à que já tínhamos no antigo Windows 10.



É importante notar, também, que a build que está rodando na internet não representa a versão final do sistema, e as alterações podem ocorrer até o evento do dia 24. Dito isso, confira nosso hands-on e primeiras impressões com a versão vazada do Windows 11.

Novo visual

As mudanças visuais do Windows 11 começam já na instalação e no boot do sistema. A versão atualizada do software da Microsoft conta com um novo som de inicialização e uma logo diferente, mais plana do que a convencional.


Na área de trabalho, a aparência agora lembra muito o Windows 10X cancelado. O Windows 11 tem bordas arredondadas e os ícones do sistema trazem mais cor. Além disso, o menu "Iniciar" que geralmente aparece no canto esquerdo inferior da interface será exibido no centro, mas o usuário ainda pode escolher alternar para a visualização clássica.


O Windows 11 também tem mais animações. Embora o Windows 10 tenha uma experiência mais simples com gradientes e realces, a nova versão do sistema operacional exala ícones flexíveis e janelas mais sensíveis. A experiência do usuário se torna mais vívida, semelhante às soluções dos concorrentes, como macOS e algumas distribuições Linux.


Minimalista

Mesmo com mais cores e ações, o Windows 11 ainda oferece usabilidade mínima e novos recursos interessantes. O menu iniciar é mais conciso, não há bloco dinâmico por padrão e você só pode personalizá-lo com aplicativos que são mais úteis para os usuários.



A visualização na barra de tarefas também é mais clara. Notificações e usuários aparecem acima dos ícones de programas abertos, e os downloads geram uma barra de progresso pequena e sutil.


O Windows é mais adequado para a área de trabalho e você pode optar por dividir automaticamente o espaço da tela. O explorador de arquivos também foi ligeiramente alterado, o espaçamento entre os itens agora é melhor e o prompt de comando foi redesenhado.



O gerenciador de temas também foi aprimorado e o Windows 11 tem papéis de parede mais diversos do que a versão anterior do sistema operacional. Portanto, uma vez instalado o programa, o usuário tem várias opções para personalizar a aparência do computador.


Mesmas janelas

Embora a aparência do novo Windows seja diferente, o núcleo do sistema operacional parece o mesmo de antes. Após uma consideração preliminar da aparência atualizada, a usabilidade do sistema operacional é muito semelhante à do Windows 10.



O menu de configuração e navegação são exatamente iguais aos da versão atual do sistema. Além disso, os programas do Windows 10 da Windows Store e os arquivos executáveis ​​".exe" podem ser executados no sistema operacional sem obstáculos.


Durante o processo de instalação, o novo sistema operacional permite até mesmo atualizar e manter os aplicativos existentes em seu computador. Em outras palavras, a tendência é que o Windows 11 seja mais como uma grande atualização para o sistema operacional atual da Microsoft, ao invés de uma nova solução que requer custos adicionais.



Uma das diferenças óbvias no Windows 11 é a guia chamada "Widgets". A novidade possui uma sinopse que fornece informações que antes apareciam nos "blocos dinâmicos" do menu "Iniciar", incluindo previsão do tempo e notícias. A versão atual não permite que você personalize o conteúdo exibido, mas a visualização é muito limpa e direta.


Os botões de visualização de tarefas também foram reprojetados. A nova versão tem informações centralizadas e exibe todas as janelas e aplicativos abertos no sistema. No entanto, a função de linha do tempo para exibir arquivos usados ​​anteriormente não aparece na nova interface.


Vale a pena baixar o ISO?

Atualmente, as principais mudanças mostradas na versão vazada do Windows 11 são estéticas. Embora a experiência atual não tenha tantos bugs, é sugerido não baixar o ISO que vazou.


Se você se preocupa com a segurança do seu aparelho, não quer se deparar com erros ou não sabe muito sobre o computador, aguarde o lançamento oficial do sistema operacional. Devido à alta demanda pela versão vazada, espera-se que pessoas mal-intencionadas usem o nome Windows 11 para espalhar vírus de PC.


Embora muitas novas experiências do Windows tenham sido reveladas em versões na Internet, a tendência é que mais novidades sobre o sistema operacional sejam exibidas durante o evento do dia 24 de junho. A Microsoft parou de enviar atualizações para membros do programa Insiders e pode manter alguns cartões para fins de demonstração.


A empresa deve renovar a Microsoft Store, o que não alterou a compilação do Windows 11 que testamos. Além disso, a empresa deve divulgar mais informações oficiais sobre a disponibilidade do sistema, que devem ser divulgadas como atualização gratuita (pelo menos esperamos que isso aconteça).


Fonte:Tecmundo

Lançamento do Windows 11: O que vai mudar ?


A Microsoft realizará um evento em 24 de junho para mostrar a tão esperada nova geração de sistemas operacionais de desktop, mas um grande vazamento revelou quase tudo sobre o Windows 11. Recentemente, surgiu uma versão do sistema operacional na Internet, e o TecMundo baixou uma versão prévia do programa para mostrar algumas novidades do software.


Como esperado, as principais mudanças no Windows 11 são visuais: a Microsoft interrompeu o projeto do Windows 10X, mas trouxe vários conceitos de design de solução para seu novo sistema operacional. Mesmo com novos rostos, a experiência final ainda é muito semelhante à que já tínhamos no antigo Windows 10.



É importante notar, também, que a build que está rodando na internet não representa a versão final do sistema, e as alterações podem ocorrer até o evento do dia 24. Dito isso, confira nosso hands-on e primeiras impressões com a versão vazada do Windows 11.

Novo visual

As mudanças visuais do Windows 11 começam já na instalação e no boot do sistema. A versão atualizada do software da Microsoft conta com um novo som de inicialização e uma logo diferente, mais plana do que a convencional.


Na área de trabalho, a aparência agora lembra muito o Windows 10X cancelado. O Windows 11 tem bordas arredondadas e os ícones do sistema trazem mais cor. Além disso, o menu "Iniciar" que geralmente aparece no canto esquerdo inferior da interface será exibido no centro, mas o usuário ainda pode escolher alternar para a visualização clássica.


O Windows 11 também tem mais animações. Embora o Windows 10 tenha uma experiência mais simples com gradientes e realces, a nova versão do sistema operacional exala ícones flexíveis e janelas mais sensíveis. A experiência do usuário se torna mais vívida, semelhante às soluções dos concorrentes, como macOS e algumas distribuições Linux.


Minimalista

Mesmo com mais cores e ações, o Windows 11 ainda oferece usabilidade mínima e novos recursos interessantes. O menu iniciar é mais conciso, não há bloco dinâmico por padrão e você só pode personalizá-lo com aplicativos que são mais úteis para os usuários.



A visualização na barra de tarefas também é mais clara. Notificações e usuários aparecem acima dos ícones de programas abertos, e os downloads geram uma barra de progresso pequena e sutil.


O Windows é mais adequado para a área de trabalho e você pode optar por dividir automaticamente o espaço da tela. O explorador de arquivos também foi ligeiramente alterado, o espaçamento entre os itens agora é melhor e o prompt de comando foi redesenhado.



O gerenciador de temas também foi aprimorado e o Windows 11 tem papéis de parede mais diversos do que a versão anterior do sistema operacional. Portanto, uma vez instalado o programa, o usuário tem várias opções para personalizar a aparência do computador.


Mesmas janelas

Embora a aparência do novo Windows seja diferente, o núcleo do sistema operacional parece o mesmo de antes. Após uma consideração preliminar da aparência atualizada, a usabilidade do sistema operacional é muito semelhante à do Windows 10.



O menu de configuração e navegação são exatamente iguais aos da versão atual do sistema. Além disso, os programas do Windows 10 da Windows Store e os arquivos executáveis ​​".exe" podem ser executados no sistema operacional sem obstáculos.


Durante o processo de instalação, o novo sistema operacional permite até mesmo atualizar e manter os aplicativos existentes em seu computador. Em outras palavras, a tendência é que o Windows 11 seja mais como uma grande atualização para o sistema operacional atual da Microsoft, ao invés de uma nova solução que requer custos adicionais.



Uma das diferenças óbvias no Windows 11 é a guia chamada "Widgets". A novidade possui uma sinopse que fornece informações que antes apareciam nos "blocos dinâmicos" do menu "Iniciar", incluindo previsão do tempo e notícias. A versão atual não permite que você personalize o conteúdo exibido, mas a visualização é muito limpa e direta.


Os botões de visualização de tarefas também foram reprojetados. A nova versão tem informações centralizadas e exibe todas as janelas e aplicativos abertos no sistema. No entanto, a função de linha do tempo para exibir arquivos usados ​​anteriormente não aparece na nova interface.


Vale a pena baixar o ISO?

Atualmente, as principais mudanças mostradas na versão vazada do Windows 11 são estéticas. Embora a experiência atual não tenha tantos bugs, é sugerido não baixar o ISO que vazou.


Se você se preocupa com a segurança do seu aparelho, não quer se deparar com erros ou não sabe muito sobre o computador, aguarde o lançamento oficial do sistema operacional. Devido à alta demanda pela versão vazada, espera-se que pessoas mal-intencionadas usem o nome Windows 11 para espalhar vírus de PC.


Embora muitas novas experiências do Windows tenham sido reveladas em versões na Internet, a tendência é que mais novidades sobre o sistema operacional sejam exibidas durante o evento do dia 24 de junho. A Microsoft parou de enviar atualizações para membros do programa Insiders e pode manter alguns cartões para fins de demonstração.


A empresa deve renovar a Microsoft Store, o que não alterou a compilação do Windows 11 que testamos. Além disso, a empresa deve divulgar mais informações oficiais sobre a disponibilidade do sistema, que devem ser divulgadas como atualização gratuita (pelo menos esperamos que isso aconteça).


Fonte:Tecmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário